quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Biografia da Filomena Maricoa



Filomena Feliciano Maricoa mais conhecida pelo seu nome artístico “Filomena Maricoa”, é uma cantora e compositora moçambicana dona de uma voz deslumbrante e arrepiante nascida aos 30 de Março de 1998 em Nampula.

Filomena começou a cantar desde os seus 14 anos, mas só há três anos é que tem uma carreira profissional, contando sempre com o apoio incondicional dos seus pais e do seu irmão Messias Maricoa também cantor. Tudo começou quando foi convidada para participar da música de um amigo. Durante a gravação, o produtor musical ficou encantado com a sua belíssima voz e ofereceu-lhe um instrumental, com o qual fez a gravação da sua primeira música intitulada “Saudade”.

Filomena Maricoa é agenciada pela Digital Music e plugin Music, em 2016 a cantora desbancou do primeiro lugar do Top Kisom da Unitel, com a música “Nhanhado”, o músico angolano Cef com o single “Atrofiar“ que ficou em primeiro lugar durante 14 semanas no referido Top. E ainda foi a única cantora moçambicana a receber o convite para actuar no aniversário dos 74 anos do presidente angolano José Eduardo dos Santos. Filomena ocupa a sexta posição dos cantores mais procurados no Google em Moçambique 2016.

Em 2017, ela lançou o EP “Tempo”, composto por cinco músicas, uma delas com a participação da Dama do Bling.


segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Dama do Bling ft Vekina - Lágrimas de Mãe(Letra)


Vekina
Kulaveka hi hanya hi ntwananu
Kulaveka hi hanya hi lirandzu

Começo esta conversa chamando-te minha filha
Pois considero como se tivesses saído da minha barriga
E porque a maternidade tem variadas formas
Nem sempre é o sangue que em família nos torna
Torcia para que nós duas fossemos grandes amigas
Daquelas que conversam que segredos partilham
Mas pelo que vejo seremos sogra e nora rivais
Que convivem na mesma casa, mas vivem como animais
Eu a recebi de braços e coração aberto
Procurei uma amiga como chuva no deserto
Quis ter uma filha, uma amiga companheira
Mas fui tratada por cobra, bruxa, feiticeira
Somos duas mulheres que amam o mesmo homem
De formas diferentes, mas o sentimento é nobre
E ainda pois ele seja o homem que te escolheu
Eu conhço o meu filho desde o dia em que ele nasceu
Entenda, eu sou a mãe do teu marido
Ele para mim é como se fosse um menininho
E você, se fosse mãe, me diga bem lá no fundinho
Não gostava de ter do bom e do melhor para o seu filho?

Vekina
Agora não somos mais boas amigas
Mas um dia vais sentir o que eu sinto na pele
Porque as minhas lágrimas rolam, rolam, rolam
No meu meu rosto, oh yeah, yeah

Você só vai entender no dia em que se tornar sogra
Quando o seu filho lhe trouxer para casa uma nora
Quando sentir na pele este desprezo que hoje eu sinto
Quando perceber o amor de uma mãe para um filho
Não imaginas a dor no coração quando vocês discutem
Você lhe humilha, grita, chama-lhe de inútil
E eu sem poder interferir, sangro por dentro
Fico calada na dor de uma mãe eu me esvento
Sabe a dor de ver o seu filho todo amarrotado
Sair para o trabalho mal vestido, mal alimentado
Você não cozinha, vive de take-aways
Comida de plástico todos os dias do mês?
Quando lhe dou dicas e passo receitas de comida
Tento ser sua amiga, tento lhe aconselhar
Mas você acha que consigo eu quero competir
Como se essa guerra você pudesse ganhar
Como mais velha eu só lhe passo um testemunho
Para que não falhe no seu lar pelo seu orgulho
Quero lhe alertar das armadilhas do relacionamento
Tal como você, também preservo esse casamento

Vekina
Agora não somos mais boas amigas
Mas um dia vais sentir o que eu sinto na pele
Porque as minhas lágrimas rolam, rolam, rolam
No meu meu rosto, oh yeah, yeah

Vekina
Não é que eu quero te jogar pragas
A verdade dói mas tu só tens de aceitar
Mudar é a solução, conviver sem lágrimas
Nós duas juntas somos fortes (somos fortes)
Podemos ser o nosso suporte

Não olhe para mim como sua eterna rival
Não é comigo que você se deve preocupar
Quando lhe chamo atenção, quando há fumo no ar
É como mãe e mulher que eu lhe tento alertar
Meu coração estará sempre aberto, minha filha
Tal como o meu filho, serás tratada como família
Mas deixo nas tuas mãos o destino desta luta
Só quero que te lembres que mãe é só uma.








sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

José Mucavel - Balada para as minhas filhas (Letra)













Vanana vanga
Kulane ha hombe, mu hulucha swi fuva swa nwina
Ka swivava swa missava
Vanana vanga
Kulane ha hombe, mu hulucha swi fuva swa nwina
Ka swivava swa missava

Coro

A vutomini, bswalani swiluva
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
A vutomini, bswalani swiluva
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
Khanhani ti nlhoko
Muta ti vikela a ka makhombo ma nga tala
Ka swi vumbi swa missava
Khanhani ti nlhoko
Muta ti vikela a ka makhombo ma nga tala
Ka swi vumbi swa missava

Coro

A vutomini, bswalani swiluva
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
A vutomini, bswalani swiluva

Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
A leswinene i nkhululeko
Ka swimbilwana swa nwina
Muta Rhula a mussavene

Coro

A vutomini, bswalani swiluva
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
A vutomini, bswalani swiluva
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
Djondzani ngopfu
Swi yentxo swa missava
Muta huluxa a ntiyisso, Ka swi vumbi swa missava
Djondzani ngopfu
Swi yentxo swa missava
Muta huluxa a ntiyisso, Ka swi vumbi swa missava

Coro (2x)

A vutomini, bswalani swiluva
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
A vutomini, bswalani swiluva
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko
A vutomini, bswalani swiluva na tsogwane
Muta longoloka ni lizandzo la ntumbuluko

Cef - Dica de papoites (Letras)










Tu tens cara de quem nunca recebeu uma flor
Tu tens cara de quem nunca jantou a dois
Tu tens cara de quem nunca entrou no spa
E tu tens cara de quem nunca viajou pela executiva, filha
Traz o teu passaporte e vais ver que o mundo aqui é pequeno
Vais ir a todo canto do mundo que você sempre sonhou
Esquece esse teu miúdo que só te chama de mboa
Vou te dar uma vida que ninguém mais vai te dar

Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame

Dizem que no jogo do amor vale tudo, tudo
Em vez de conduzir, vou te dar motorista
As consultas da tua mãe é Namíbia ou é Europa
É só você me aceitar, tua vida vou mudar
Esses miúdos só tem bué de poemas
Dinheiro que é bom não te dão
Dinheiro que é bom nunca dão
Esquece esse teu miúdo que só te chama de mboa
Vou te dar uma vida que ninguém mais vai te dar

Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame

Aceita me receber ao teu lado (não não)
Aceita me receber ao teu (não)
Quer me receber?

Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame
Eu vou te fazer madame

Doppaz - eu jurarei (Letra)


Se um dia Deus me perguntar
O que eu foi que eu fiz da minha vida eu direi
Que eu te amei baby,
Que eu te amei baby

E se ele perguntar
Por que é que eu choro todos dias amor eu direi
Que eu não sei baby,
Que eu não sei baby

Ma se ele descobrir que você me traiu
Eu lhe direi que não é bem assim
E se ele quiser até me casticar
De joelhos eu vou ficar

(Refrão)

E eu jurarei
Que você fez de tudo pra que eu fosse feliz
E que o teu medo era você longe de mim
Eu vou pecar, pra te salvar, por amor

E eu jurarei
Que você fez de tudo pra me pôr a sorrir
Sem mais detalhes eu direi que eu quis assim
Eu vou pecar, pra te salvar, por amor
Eu vou pecar, pra te salvar, por amor

E se um dia Deus me perguntar
O que eu farei, da minha vida eu direi
Que eu te amarei baby,
Que eu te amarei baby

E se ele perguntar poque você não está aqui
Juntinho perto de mim
Direi que eu não sei baby
Direi que eu não sei baby

Mas se ele descobrir que você me traiu
Eu lhe direi que não é bem assim
E se ele quiser até me castigar
De joelhos vou ficar baby

Refrão(1)

Mas se ele descobrir que você me traiu
Eu lhe direi que não é bem assim
E se ele quiser até me casticar
De joelhos eu vou ficar

Refrão(6)

Biografia do grupo calema


“O segredo de um vencedor é acreditar na victória e destruir barreiras com a fé”



Fradique e António Mendes Ferreira, nasceram em São Tomé e Príncipe, respectivamente na Roça Ribeira-Peixe no sul do país (1987) e na capital São Tomé (1992).

Com a mesma mestiçagem que caracteriza o povo Santomense, descendentes de Cabo-verdianos, portugueses e angolares, transportando em si uma diversa herança cultural que os conduziu à paixão pela música.
Frequentaram a instituição primária em São João dos Angolares, capital do distrito de Caué, onde fizeram parte do grupocoral da Igreja de Santa Cruz dos Angolares.

Em 2009 procuram um nome mais curto e que tivesse um melhor significado e o escolhido mutuamente, surge “Calema”.
Calema significa uma especial ondulação na costa Africana, como as ondas ao chegar a praia trazem consigo sempre alguma coisa.


Os Calema trazem : música, sorriso, emoções, cultura e o sol santomense.
Desde muito cedo participaram em vários concursos vencendo “Lusartist”, e onde começaram a trabalhar o disco de estreia “Bomu Kêlê” (Vamos acreditar em crioulo). Disco replecto de surpresas em crioulo e em português, onde os Calema desafiaram-se compondo todos os temas do disco.

Estes dois rapazes surpreendem com o misto das suas vozes cristalinas, vozes puras, vozes potentes.
Onde eles passam nunca ficam desapercebidos, as suas personalidades humildes, músicos carismáticos, e por vezes chamados os anjos Calema.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Biografia de Shellsy Baronet

Shellsy Baronet





















Shellsy Baronet é uma cantora moçambicana, nascida aos 4 de Maio de 1998. Passou a sua infância e adolescência entre Moçambique e África do Sul, onde inclusive fez parte dos seus estudos.

Desde criança sonhava em ser cantora e começou a sua aventura aos dez anos de idade. Na escola onde estudava na África do Sul, fazia parte de um grupo teatral, onde era dançarina e modelo. Mas o que foi decisivo para que abraçasse de forma séria a carreira musical foi a sua participação em um concurso infanto-juvenil de música nos Estados Unidos da América.

O concurso decorreu em Los Angeles e englobava vários estilos musicais, como é o caso do gospel, pop e R&B. Cerca de 300 crianças e adolescentes participaram no concurso e a cantora ficou em segundo lugar, como uma das melhores.
Quando regressa dos Estados Unidos da America, Shellsy é convidada a assinar um contracto com a label Game Over Entertainment, onde lança hits como “Don’t break my heart” e “Última bolacha“.

No ano 2017, a cantora fez um featuring com o cantor Eddy Kenzo, de Uganda, e com Saturday do Ghana. E no mesmo ano  participou no Festival Tropical Zouk.
Shellsy Baronet admira artistas como Mingas, por ser artista que quando começou a sua carreira, o machismo e a discriminação contra as mulheres ainda eram fortes. Na nova geração, gosta do rapper Lay Lizzy, pela maneira como ele se expressa nas suas músicas.

Importa referir que Shellsy é irmã do cantor Zander Baronet e os dois possuem uma música juntos intitulada “Loucura“.



terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Calema - A nossa vez (Letra)












Eu quero estar
Mais próximo do teu olhar
E viajar nesse mundo que só nos teus olhos eu posso ver

Eu quero gritar
Ainda que me falte a voz
Ou te dizer be
m baixinho no ouvido que agora é a nossa vez

Vou marcar no meu corpo a frase mais bela que existe de amor
E prometer nos meus beijos
Que só nos teus beijos
Eu quero viver

E quando acordares
eu quero lá estar
E vais perceber que o céu que tu procuras sempre foi teu

Eu quero estar ao teu lado pra sempre
Relaxa e deixa-me fazer-te sorrir
É ao teu lado que eu me sinto diferente
É ao teu só teu

Quero te levar
A onde mais ninguém levou
Onde o ar cheira flores
E as flores são espelho de quem eu sou

Eu quero gritar
Ainda que me falte a voz
Aceita agora é a nossa vez

E quando acordares
Eu quero lá estar
E vais perceber que o céu que tu procuras sempre foi teu

Eu quero estar ao teu lado pra sempre
Relaxa e deixa-me fazer-te sorrir
É ao teu lado que eu me sinto diferente
É ao teu só teu

E quando eu te tocar
Vais ver
Que este sonho é real
Podes crer
E quando luz se apagar
Vais ver
Que o nosso Amor vai brilhar

E quando acordares eu quero lá estar
E vais perceber que o céu que tu procuras sempre foi teu

Eu quero estar ao teu lado pra sempre
Relaxa e deixa-me fazer-te sorrir
É ao teu lado que eu me sinto diferente
É ao teu só teu

Eu quero estar
Ao pé de ti
Pra sempre ficar
E nunca mais fugir

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Envie suas músicas e letras [ Informação ]

Mozambique Lyrics

Como enviar sua música

Para enviar suas músicas e letras, faça a questão de preencher corretamente as propriedades de cada música como:
  1. Nome do Artista
  2. Titulo da Musica 
  3.  Género ( Kizomba, Afro House, Marrabenta, Hip-Hop, etc)
  4. E o ano da música.

PARCERIA

Deseja ser o nosso Parceiro?

Para ser o nosso parceiro, só deve ter um site e ser administrador do mesmo e que trabalhe de forma séria, de modo a desenvolver o teu portal. Se assim for, adicione o nosso endereço https://www.mozalyrics.com no vosso e reporte-nos através dos contactos que abaixo poderão ser mencionados.

LINKS QUEBRADOS

Em alguns casos, o leitor poderá encontrar artigos com links quebrados ou até mesmo sem links de downloads. Agradecíamos que nos reportasse através dos contactos que abaixo serão mencionados, ou mesmo pela caixa de comentários que consta na página inicial do site, colocando o teu nome, e-mail (caso deseje) e redigir a mensagem especificando o artigo que não tem link ou tem link quebrado.

Elenco do Mozambique Lyrics

Administrador:

ü       Ronaldo Floriano Titos

Website Designer:

ü          Ronaldo Floriano Titos

Contactos:

Correio:
Mozalyrics@gmail.com
 
Call or Whatsapp +258 848951090
Facebook: Mozalyrics
Instagram: Mozalyrics 
Twitter: @Mozalyrics
Para entrar no nosso grupo de Whatsapp Clique aqui.
Notas:
ü    Não aceitamos parceria de sites que publicam artigos pornográficos.
ü    Só publicamos artigos recentes, isto é, artigos do ano corrente.